Tchau, Kaht!

Olá!

Hoje trago uma noticia meio triste…

Infelizmente ou não, decidi abandonar o desenvolvimento do mini game Kath, que havia anunciado anteriormente.

A ideia era criar um joguinho de estratégia no estilo Kingdom, porém, com o tempo acabaram surgindo empecilhos, limitações, e outro problemas. No fim das contas, o jogo que estava fazendo já não tinha nada a ver com a proposta inicial e percebi que estava apenas levando adiante uma desculpa para fazer mais um joguinho mal feito.

Acredito que consegui reunir ótimos recursos gráficos e seria realmente uma pena usá-los para fazer algo “mais ou menos”.  Alem disso, tenho abandonado o desenvolvimento do Aeternial, que é na verdade meu projeto principal.

Nesse meio tempo tive várias ideais novas, muitas das quais até usaria em Kaht e, então, como não vou gastá-las mais, farei bom uso delas no projeto principal.

Aproveito também para dizer que planejo “recomeçar” o projeto principal. Muito do que já está pronto não está do meu agrado e eu realmente quero fazer algo bem feito.

Então, ao invés de utilizar códigos genéricos (que no caso serviriam para qualquer jogo), criarei novos especialmente para esse projeto. Certamente, algumas partes serão reaproveitadas, como o gerador de mapas, o controlador de efeitos climáticos e o controlador de tempo.

Basicamente, abrirei mão do sistema de combate baseado em habilidades e trabalharei em cima de um sistema baseado em ferramentas. A movimentação por turno será mantida.

Na prática, a diferença seria:

Antigo:

  • Combate baseado apenas em habilidades configuradas nos atores, não permite outras ações alem das que envolvem lutar;
  • Barra de atalhos só contém habilidades;
  • Menus desnecessários mapeados em atalhos (teclado e controle), gerando utilização excessiva das teclas e principalmente botões no controle.

Novo:

  • Interação baseada na ferramenta equipada, isso permite haver vários tipos de interação e não só com inimigos;
  • As habilidades são baseadas na ferramenta equipada;
  • É possível assim implementar um sistema de construção (crafting), se ao invés de uma arma o jogador equipar uma ferramenta, por exemplo;
  • A ferramenta pode funcionar de acordo com “agentes” diferentes. Por exemplo: uma espada teria somente habilidades de combate, portanto poderia ser usada apenas contra outros eventos, já uma pá teria a habilidade de “cavar” e poderia ser usada em qualquer tile sólido (grama, terra, areia);
  • A barra de atalhos pode conter itens E habilidades, configurado pelo jogador.

Alem do sistema de combate, a interface também será replanejada de forma a trazer uma experiencia melhor que envolva a exploração, construção, combate, etc.

tcha kaht

#triste

Bem, é isso. Espero trazer algo legal da próxima vez.

Até lá!

Salve-se quem puder

Boas!

Venho trazer mais um update sobre desenvolvimento de jogos. Digo, não sobre um jogo específico e isso se deve ao fato de que há mais um entre nós.

Eu sempre gostei muito do jogo Kingdom (inclusive, vale uma review), porém, sempre me chateou o fato de não poder explorar seu belíssimo mundo sem me preocupar com prováveis inimigos e, eventualmente, a morte.

Nesse sentido, resolvi criar algo inspirado no referido jogo. E então, apresento Kaht.

Kaht será um pequeno jogo de exploração e estratégia com uma pitada de RPG.

A história acontecerá no mesmo mundo de Arternial, porem antes do mesmo.

O objetivo do jogo será chegar na cidade Aeternia, passando por 5 vilarejos que deverão ser libertados de uma invasão de monstros que ocorrerá devido às repentinas mudanças geográficas do mundo.

Haverá dois tipos de mapas, sendo um mapa mundi, e mapas de área, que incluem os vilarejos e outros eventos aleatórios que acontecerão.

Para ambos os estilos de mapa, foram criadas novas extensões do gerador procedural de mapas. Ressaltando, os mapas de área serão gerados em um modelo mais lateral (side scrolling).

Confira os novos mapas:

Até a próxima!